domingo, 16 de dezembro de 2012

Pimentas como termogênico




Existem muitos estudos com interesse nos potenciais efeitos termogênicos e antioxidante de compostos extraídos de plantas devido a seu potencial de modular a atividade das catecolaminas que são hormônios (adrenalina, noradrenalina e dopaminas) e que podem modificando o apetite.

Capsaicinóides são componentes que são produzidos como um metabólito secundário pelas pimentas provavelmente como barreiras contra os herbívoros. Capsaicina e capsiate são capsaicinóides, componente ativo das pimentas. Capsiate é pantenteado e possui marca registrada. Capsaicina é a substância que dá sabor ardido ás pimentas. Quanto mais capsaicina, mas benefícios tem o fruto. Propriedades importantes dela: analgésica, energética, expectorante, digestiva, antioxidante e vasodilatadora.
Estudos comprovaram que após uma refeição contendo pimenta o gasto energético foi aumentado, obtendo um aumento também na mobilização de lipídios (gorduras) e diminuição do tecido adiposo.
As pimentas são estimulantes do apetite e auxiliam na digestão, aumentando a salivação e estimulando a secreção gástrica e a motilidade gastrointestinal, proporcionando bem-estar.

Efeitos:
Aumenta o metabolismo energético;
Diminui o acúmulo de gordura;
Eleva a temperatura corporal e o consumo de oxigênio;
Redução do colesterol, diminuindo assim os riscos de doenças arterial coronariana ou aterosclerose;
Antioxidante;
São nutritivas, em pouca quantidade de pimenta é possível encontrar grande recomendação de vitamina A e C contendo também minerais como ferro, cálcio e algumas vitaminas do complexo B, como a niacina, tiamina e a riboflavina.
Mesmo assim a pimenta não é muito consumida pelas pessoas devido seu sabor ardido. Importante o aumento deste alimento nas refeições, sempre com um auxílio de um nutricionista, já que possui contra-indicações para quem possui gastrite, hemorroidas, esofagite ou refluxo gastroesofágico.


Fontes:
http://www.dicasdenutricao.com
ANutricionista.Com - Francis Moura Santos - CRN5 3243/P
Uso de alimentos termogênicos no tratamento da obesidade

2 comentários:

  1. Muito bom saber!
    Vou tentar comer comidas mais picantes, embora eu não goste de pimenta.

    ResponderExcluir